domingo, 10 de fevereiro de 2019

Atualização do patrimônio financeiro de Janeiro/2019

Peço desculpas pelo atraso. Acabei me enrolando bastante de Janeiro pra cá, mas as coisas estão entrando nos eixos.

Esse mês a renda variável mostrou para o que veio. Isso porque ando ensaiando aumentar consideravelmente meu percentual.

Vida Pessoal


No ritmo de acostumar ao trabalho home-office, defini alguns alarmes, e estou utilizando uma ferramenta para centralizar todas as minhas atividades. Algo que acaba aumentando meus níveis de ansiedade, é ficar me lembrando do que preciso fazer, isso quando lembro. Ali eu coloco assim que me lembro, e me policio a cumpri-las no curto e médio prazo.

Projeto pessoal retomado. Precisei fazer uma atuação forte de integração, porém necessário para não travar o andamento. Estou gostando da senioridade desta pessoa, não apenas técnica como também com a vivência prática no contexto do projeto. Tomara que tenha futuro, pois seria muito com contar para os próximos passos.

IRBR3 quase em 90 reais após a última divulgação trimestral. Pretendo estudar seus fundamentos para ter certeza que vale a pena aumentar minha posição, ou se simplesmente continuo com as especulações em swing trade.

Coisas por fora, um conhecido me chamou para fazer sociedade, sendo que já estou empreendendo neste projeto. Estou pensando se valeria a pena o desgaste, embora pareça ser uma aposta interessante. Por mais que tente fugir, as oportunidades continuam chegando sem fazer muita força. Acho que daria conta de tudo, até mesmo o trabalho remoto facilita neste sentido, mas preciso me organizar.

O trabalho remoto tem me consumido bastante, e este mês eu me envolvi diretamente no andamento em uma das frentes de trabalho. Para mim está sendo uma oportunidade bacana de vivenciar em tecnologias que já tinha vontade de aprender.

Não estudei nada sobre análise fundamentalista e continuo posicionado da mesma maneira que no mês anterior. Contudo, tirei boa parte do que tinha em banco de varejo e parado em corretora para um banco digital. Assim, quando surgir uma oportunidade, basta transferir e realizo a operação. Vou experimentar um método de concentração e de micro-ações para mudar a forma que tenho vivido meu dia a dia. Tenho acordado mais tarde e isso acaba com a produtividade do meu dia.

Indo na academia com certa regularidade, minha saúde passa por alguns momentos de melhora, outros de piora. E assim vou levando.


Coisas meio "mé", só de olho

Finanças Pessoais


Como antecipei, me mantive na mesma na renda variável, sem novas compras ou vendas. A bolsa subiu bastante no mês de Janeiro, o que foi ótimo para animar o mercado e os investidores pequenos, assim como eu. Chegamos ao patamar de 98k pontos, e sofreu uma correção impulsionada pelo desastre da Vale. Mas olhando apenas por Janeiro, foi só alegria.

Esse mês, como foi de muita subida, naturalmente não fui às compras. Os rendimentos foram assustadoramente altos, tanto em ações quanto no fundo de ações, o único que mantenho, de perfil agressivo. Só de rendimentos brutos foram fuckings 35k!


Por enquanto só sentindo o cheiro

Estou com grana parada só a postos para ver onde irei destinar nos próximos meses. Me organizando, acredito que vou conseguir decidir por mim onde.

Atualização do patrimônio financeiro


Aporte corriqueiro de 10k, e devo manter neste patamar para este ano, se conseguiu me manter no trabalho. Contando com os 35 k de rendimentos brutos, subida de 45k num único mês. Patamar impressionante!

Com isso, a soma chegou em 1 milhão e 309 mil reais.

Se colocar em prática o plano de aumentar minha exposição em ações e o governo fizer ao menos parte do dever de casa, acredito ser mais paupável chegar nos 1kk 800k até meus 40 anos, e por que não 2 milhões? Ficaria muito feliz se chegasse no dobro ou perto do dobro do crescimento patrimonial previsto de quando estava iniciando este blog, em Novembro de 2014. Minha meta era atingir o primeiro milhão aos 40 anos, objetivo deste blog, objetivo alcançado em Abril de 2017 e ainda não cheguei nesta idade. Na minha primeira postagem de atualização patrimonial, em Dezembro de 2014 acumulei 584k brutos, pouco mais de quatro anos atrás. Como as taxas de juros e de inflação estão bem mais baixas que neste período, nada mais óbvio que aumentar a exposição aos riscos.

Até o ranking!

Nenhum comentário:

Postar um comentário