quinta-feira, 7 de março de 2019

Atualização do patrimônio financeiro de Fevereiro/2019

Mês de queda na bolsa. Realização de lucros e medo da reforma da previdência não ir pra frente. Aguardemos as cenas dos próximos capítulos.

Vida Pessoal


(ainda) Me adaptando à realidade de trabalhar home-office. São muitos anos trabalhando em escritório tradicional. Mudei de projeto, e o time que deixei pra trás acabou sendo desfeito logo em seguida, e estão procurando nova alocação, remoto ou presencial. Triste por vê-los nesta situação, mas (modo egoísta on) feliz por ter sido preservado.

Mas como nem tudo são flores, no projeto atual algumas coisas são melhores, e outros problemas surgem. Não existe mundo perfeito, então não crio expectativas.

Nos vendem como especialistas, e temos que correr atrás para corresponder. Nem tudo o que aprendemos, levamos para projetos seguidos, para adquirirmos mais experiência. Parece que esse é um ponto bem relevante quando se trabalha remoto para a mesma empresa, ficamos reféns de projetos não tão alinhados com nossas experiências passadas e precisamos sempre aprender muito rápido para produzir muito.

Projeto pessoal travado, mas não por culpa minha. O trabalho contratado está demorando pra sair, e estou procurando outra pessoa para dar continuidade. Embora seja bom tecnicamente, demora muito pra entregar. Difícil achar gente competente e comprometida.

Desfiz minha posição em IRBR3 na casa dos 94 reais. Recomprei em outra corretora, agora com objetivo de longo prazo, e mais lotes. Deu uma caída no curto prazo, mas sei que faz parte.

Fechando um novo pacote de horas em um freelance que atuei ano passado. Por isso, pelo momento não estou cogitando fazer outra sociedade, como comentei em postagem anterior.

 

Está em minha mira a leitura destes dois livros

Estou lendo sobre análise fundamentalista, para entender a interpretação sobre os dados financeiros das empresas. Pretendo analisar indicadores e estudar sobre Valuation. Para organizar as ideias, estou começando a elaborar um mindmap. Se for ficando legal, vou postando aqui.

Finanças Pessoais


Mês de caída, mas de maneira impressionante não foi tão forte quanto eu esperava no meu patrimônio bruto. IBOVESPA chegando no patamar de 94k, mercado cauteloso com a dificuldade da reforma da previdência.

Como eu ainda estou em fase de estudo, não fiz nenhum movimento muito relevante. Porém, entrei com poucos lotes em IRBR3, juntando o útil ao agradável: insatisfeito com uma corretora, e visando uma estratégia de maior prazo.

Atualização do patrimônio financeiro


É neste momentos de queda da bolsa, que a renda fixa dá uma segurada. Então vamos aos números: subida bruta em 7k e aporte de 10k. Dado um mês que caiu na renda variável, ainda assim tive subida nos investimentos.

Soma do patrimônio bruto em 1 milhão e 326 mil reais.

Sigo sonhando que conseguirei chegar em 2 milhões até completar os 40 anos. Será que consigo dobrar minha meta almejada, comparando com o momento que criei este blog?

Grande abraço!

Nenhum comentário:

Postar um comentário