domingo, 1 de abril de 2018

Atualização do patrimônio financeiro de Março/2018

E aí, peãozada. Post curto, não estou inspirado. Apenas atualizando.

Vida Pessoal


Estou num momento de grandes decisões. Estou com duas oportunidades para mudar de emprego, e uma delas é para o exterior (Alemanha). A outra provavelmente descobrirei durante esta semana sobre as condições e ver se aceito, mas já passei por todas as etapas. O incrível é que nenhuma delas eu corri atrás, foram pessoas que trabalharam e estudaram comigo que me indicaram.

Por mais que minha vontade seja sair daqui, estou com uma forte tendência em pegar o emprego para ficar aqui mesmo. Sabem aquele lance dos quadrantes SWOT? Tenho mais a perder que ganhar, e estou bem pé no chão mesmo. Conheço gente na cidade que fui selecionado e me passaram os custos de vida que possuem.

Trabalho freelance seguindo firme e forte. Já fiz meu mês cheio, e devo receber em breve. É um dinheiro que não conto pra nada, e não pretendo contabilizar aqui. Se der frutos mais à frente, aí é outra história.

Minha saúde está uma verdadeira merda. Tive umas recaídas sinistras. Estou planejando, com esta mudança de emprego, em levar uma vida mais previsível. As condições de trabalho favorecem e muito pra se alcançar isso. Voltar a me exercitar tornou-se mandatório, sendo que este ano eu caguei solenemente pra isso.

Esse ano tem declaração de imposto de renda. Detesto isso, acho que ninguém gosta, não é possível.

Finanças Pessoais


Criptomoedas hein, parece que ninguém mais fala no assunto. Por este motivo reforço meu tratamento como aposta, não como investimento. Sabem aquele papo de perder, perdeu? Poisé.

Comecei a experimentar robôs de mini-índices. Nada demais, só que tomando naba.

Esse mês vou redirecionar alguns investimentos. Estou com pouco mais que 100k em conta e poupanca, shame on me, eu sei. Também estou inseguro, pois bolsa parece que vai, aí cai. Aí vai, aí cai.

Atualização do patrimônio financeiro


Rendimentos brutos em 7k e aporte de 4k, totalizando 1 milhão e 131 mil reais.

Até o ranking!

6 comentários:

  1. Perdi dinheiro na RV nesses ultimos 2 meses.
    Bolsa está instável demais, dificil pra tentar planejar alguma coisa, por outro lado a RF está limitada de mais.
    Tá difícil, não há muitas opções de investimento.

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Sim, tá complicado mesmo. Mas existem sim boas oportunidades. Por isso, aproveitei este momento para experimentar robôs, e larguei um trocado em cryptos.

      Eu mesmo estou com um bom capital paradão, e entendo sobre esta questão de bons investimentos. O ciclo atual está para RV, não há dúvidas, mas eu não estou com paciência para entrar de cabeça nesse meio, ficar conferindo preço de ações... A não ser que monte uma carteira de bons pagadores de dividendos visando longo prazo, o que não descarto.

      Excluir
  2. Cuidar da saude cara. Também ando meio estragado, fiz uma série de exame e já to correndo atrás. Com 1M, vale a pena pensar muito antes de qualquer mudança brusca. Forte abraço.

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Poisé, então eu decidi pegar o outro trabalho por aqui mesmo, entre as duas opções que tinha em mãos. Ir pro exterior seria um risco enorme, além de que soube que não teria nenhum tipo de crescimento técnico e nem profissional para o lugar que fui aprovado.

      Escolhi o daqui, dentro de um contexto que possuo mais experiência, e em uma empresa maior e mais sólida. Argumentei muito sobre qualidade de vida, que é o que busco. Assim, quem sabe terei cabeça pra tocar outras coisas.

      Justamente sobre ter o patrimônio atual, me deixa bem confortável de tomar uma decisão mais conservadora. Cansei de aventuras.

      Forte abraço.

      Excluir
  3. Passei férias na Alemanha e cogitei a possibilidade de ir morar lá, conheci muitos brasileiros que moram lá... mas eu teria que começar de baixo trabalhando em qualquer coisa que eles não querem trabalhar, então previro ficar rico antes de sair do País. A qualidade de vida lá é muito boa, organização, povo sério, segurança... eu aceitaria morar lá se fosse você, pelo menos uns 2 anos lá.. se não gostasse cairia fora, serviria como experiencia de vida e isso não tem preço...

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. O problema nobre mancebo, é que tenho família. Tenho muitos motivos que me prendem aqui, inclusive minha companheira trabalha aqui e tem uma situação bem estável.

      Se fosse solteiro, já estaria lá. Não me arrependo, acredito muito que tudo tem um motivo.

      Excluir